quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Mensagens da Presidencia da Estaca Anápolis - A posição da Igreja referente aos jogos de azar

Todos nós estamos aqui na Terra para aprendermos. E nada melhor que seguir os conselhos de nossos líderes locais e Lideres Gerais da Igreja. Então a intenção essa mensagem não é para julgar comportamento ou pessoas. mas alertar, através de algumas posições dos nossos amados profetas, que NEM TODOS CONHECEM, principalmente os membros novos que estão entrando para a Igreja, embora os membros mais experientes também possam se beneficiar....POIS SE A TROMBETA DAR SONIDO INCERTO, QUEM SE PREPARARÁ PARA A BATALHA? (1 Corintios 14:8)

A POSIÇÃO CONTRÁRIA DA IGREJA PERANTE OS JOGOS DE AZAR

1- CONTRARIO A ORDEM E DISCIPLINA DA IGREJA - Temos sido ensinados todos os dias de nossa voida que jogar cartas não é bom e contraria a ordem e a disciplina da Igreja. As autoridades tem apelado ao povo, além de ser publicado nos materiais da Igreja, que se abstenha desse prazer maléfico. Não obstante, alguns de nossos irmãos encaram o jogo de azar como passatempo inofensivo. mas extremamente pernicioso.

2- DESOBEDIENCIA AOS CONSELHOS DO SENHOR - Demonstra falta de obediencia aos conselhos do Senhor da parte dos membros que nele se comprazem; e mesmo que não houvesse outra observação, seria no mínimo um PERNICIOSO DESPERDÍCIO DE TEMPO, que poderia ter empregado em ocupação mais proveitosa.

3- UM HÁBITO COMO FUMAR E BEBER - Acredito nos esportes, na recreação e divertimento benéficos ao corpo e a mente do homem, e que os jogos do tipo apropriado são bons e devem ser praticados ocasionalmente (...)jogar cartas TORNA-SE UM HABITO exatamente como fumar e beber(...) na sua influência sobre o caráter é exatamente igual ao fumo e bebidas fortes. Não acredito em desperdiçar o tempo precioso, praticando alguma coisa condenada pelas autoridades da Igreja, ao darem conselhos conforme lhes vêem pela inspiração do Espírito do Senhor. Os Santos dos Ultimos Diasdevem confiar nos líderes e SEGUIR OS ENSINAMENTOS DAS AUTORIDADES DA IGREJA, pois falam com a voz de profecia e revelação( Pres. joseph Fielding Smith - Doutrinas de Salvação Volume 3 p 307-308)

4- JOSEPH F SMITH DIZ SOBRE JOGOS DE AZAR: Apesar de que o jogo de cartas em si seja talvez inofensivo, sem duvida alguma terminará pela repetição imoderada, numa paixão pelos jogos de azar em excesso, em perda de tempo precioso, embotamento e estupor mental e na completa destruição de sentimentos religiosos. estes são resultados graves...danos que devem e tem de ser evitados(...)O jogo de azar é um prazer excessivo. É inebriante e, portanto tem a natureza de um vício.(...)Dizei-me quais vossos entretenimentos preferidos e se já haveis tomado escravos deles, eu vos direi quem sois. entre os que se dedicam com frequência ao jogo de azar, poucos não se tornam escravos desse vício. (Doutrinas de Salvação Vol 3 p. 310)

5- PRESIDENTE BRIGHAM YOUNG ACONSELHA: Jogos carteados e outros jogos de azar devem ser evitados como caminho da destruição. todás essas praticas tem sido desencorajadas pelas Autoridades da Igreja desde o princípio.
(...)quando o batalhão mórmon foi convocado a defender o país, o Presidente Young disse a todos os voluntários: (...) que deviam evitar os jogos de azar e se tiverem baralhos, deveriam queima-los

Sei que estas coisas são verdadeiras...

Nenhum comentário:

Postar um comentário